O Emprego Apoiado é uma tecnologia social utilizada em diversos países desde a década de 1980 que possibilita a inclusão de pessoas com deficiência intelectual no mercado de trabalho formal, sendo uma alternativa às oficinas de trabalho protegidas.

Em parceria com instituições renomadas, como o SENAC GASTRONOMIA e o SENAI, o Projeto Emprego Apoiado oferece cursos profissionalizantes às pessoas com T21.

O projeto é uma proposta que traz benefícios tanto para as pessoas com deficiência quanto para empresas que buscam a contratação destas, uma vez que possibilita uma maior congruência entre as necessidades da empresa e o perfil do empregado. Com isso é possível superar o assistencialismo e o mero cumprimento da Lei n. 8.213/91, que estabelece a obrigatoriedade de toda empresa preencher de 2 a 5% do quadro de empregados com beneficiários reabilitados do INSS ou pessoas com deficiência.